Dica para combater o tédio e o desânimo - Parte 1

25.06.2018

 

 

Salve! Salve! Turistandos deste Mundão de meu Deus!Todos já sabem conhecem o conteúdo do nosso Blog, intitulado “Minha Bagagem.” Pois bem, recebemos uma sugestão incrível da Luana, do núcleo de conteúdo da agência SEO Marketing. Esta matéria é para você que está turistando em outro país, em algum estado e cidade do Brasil, na sua cidade ou bairro ou que decidiu simplesmente turistar entre amigos... Isso mesmo! Um fim de semana sem celular, internet, sem mundo virtual. Interagindo com seus amigos. Sabemos que em fins de semana tem aquela serie do Netflix, aquela leitura atrasada, redes sociais, enfim, a proposta aqui é turistar, ou pelo menos realizar uma das atividades características de quem está turistando – Interagir com as pessoas fisicamente. Neste caso específico, seus amigos e familiares.

 

Grande parte das pessoas possui boas lembranças proporcionadas por um carteado. Uma boa festa normalmente vai ter uma mesa com um grupo jogando baralho. É uma forma simples e barata de confraternizar e promover ainda mais o clima de amizade e companheirismo. Eu em especial me lembro de meu falecido pai Ari Freitas que amava um bom jogo de baralho com seus amigos.

 

Além de estreitar laços, jogos de baralho são uma atividade altamente recomendável para quem deseja estimular o cérebro. Os jogos com cartas são mentais. A combinação de números e naipes exige que os participantes pensem em diferentes estratégias para conseguir vencer.

 

Assim como sugerido vamos repassar um compilado dos 5 (cinco) melhores jogos de baralho que garantem horas de diversão. Nesta lista apresentamos cinco jogos: Pôquer, Truco, Buraco ou Canastra, Pife e Burro e suas características.

 

  1. Pôquer - É um dos jogos de cartas mais tradicionais em todo o mundo e movimenta milhões de dólares em cassinos e torneios. Nos Estados Unidos utiliza-se um baralho completo, enquanto que no Brasil é comum você excluir as cartas mais baixas (deixando do 6 ao Ás). Na versão mais clássica, cada jogador recebe duas cartas e precisa combinar as cinco abertas na mesa. Vence quem conseguir a jogada mais alta. A mais importante é a Royal Straight Flush, que vai do 10 ao Ás e são todas do mesmo naipe.  Muitos pensam que o Pôquer é um jogo de azar, mas a vitória depende da habilidade do jogador de ler as cartas e blefar. A expressão Poker Face virou até letra de música e aborda o talento de enganar os outros jogadores da mesa.

  2. Truco - Popular jogo de cartas na América do Sul, o Truco pode ser jogado individualmente, em duplas ou, em alguns casos, até em trios. Usa-se apenas um barulho de 52 cartas, mas as cartas 8, 9 e 10 e coringas são descartadas. O jogo é dividido em mãos, cada uma valendo um ponto, e vence quem somar 12 pontos. Para isso, ele precisa ter a maior carta, de acordo com a carta virada. Além disso, o grande momento é quando um participante pede truco, levando a mão a 3, 6, 9 ou até 12 pontos. O Truco é associado à malandragem por um motivo bem simples: mesmo sem as melhores cartas, você pode blefar e pedir truco, fazendo que os rivais abandonem a mão, ganhando os pontos em jogo.

  3. Buraco ou Canastra - Nascido no Uruguai, o Buraco é um dos jogos de cartas mais tradicionais. Ele pode ser jogado individualmente ou em duplas, mas em ambas as ocasiões deve-se utilizar dois baralhos de 52 cartas, inclusive com os coringas. O objetivo é fazer o máximo de pontos, normalmente 1500, 3000 ou 5000, dependendo do que foi acordado. Uma canastra limpa (sequência de sete cartas do mesmo naipe sem coringa) vale 200 pontos e cada carta extra possui uma quantidade de pontos específicos. A estratégia faz parte do jogo do Buraco e o sucesso depende de muito planejamento. As cartas 7 e 8, por exemplo, são fundamentais na partida porque não se formam canastras sem elas. Evite descartá-las, mesmo que a rodada não esteja favorável.

  4. Pife - O Pife (também conhecido como Pif-Paf ou Cacheta) é mais um jogo tradicional no Brasil e deve envolver, pelo menos, três pessoas. Deve-se utilizar dois baralhos de 52 cartas, mas os curingas devem ser descartados. Cada um recebe nove cartas. Vence o jogo o primeiro participante que completar três trincas (cartas com a mesma numeração, mas naipes diferentes) ou uma sequência numérica lógica, crescente ou decrescente, com cartas do mesmo naipe. Como é possível descartar cartas – e pegar as que foram desprezadas pelos jogadores – a estratégia é fundamental para montar as trincas. Além disso, o blefe também é um ótimo recurso para tentar enganar os rivais e conseguir cartas melhores.

  5. Burro - O Burro (também conhecido como Porco em algumas regiões) é um jogo simples, recomendável para grupos com mais de quatro pessoas. O número de cartas depende justamente do número de participantes, mas um coringa deve ser utilizado. O objetivo é formar uma quadra com a mesma numeração. Ao conseguir isso, o jogador deve baixar as cartas na mesa e todos devem repetir o gesto. O último que fizer isso perde e recebe uma letra (B, por exemplo). O jogo continua até alguém completar B-U-R-R-O. A principal técnica para ludibriar os adversários é sugerir colocar as cartas na mesa e esperar que alguém faça isso para ser declarado “burro”. Entretanto, mais do que enganar, é essencial ter atenção, tanto para não ser o último quanto para não cair em armadilhas.

 

Um baralho realmente pode ser uma ótima dica de diversão. Seus jogos são fáceis de aprender (Regras e dicas recheiam a internet), permite participações de todas as idades e pode ser levado a qualquer lugar por ser pequeno e bem leve.

 

Mas na falta das cartas ou a extrema necessidade de pegar no celular, você também pode recorrer à tecnologia. Hoje, diversos sites e aplicativos permitem jogos com vários jogadores. Lembrem que o mais importante aqui é a interação.

 

Bom galera, nós ficamos por aqui. Tenham todos uma Boa Viagem e até o próximo post.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

MEUS POSTS DESTACADOS

Dica Cultural: Planeta Borboleta

10.09.2019

1/10
Please reload

MEUS POSTS RECENTES

Please reload

SIGA

  • Facebook Long Shadow
  • Google+ Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow
  • Twitter Long Shadow

FICO SEMPRE CONTENTE

EM CONHECER MEUS LEITORES E COMPARTILHAR CONHECIMENTOS E IDÉIAS 

 

ME ESCREVA 

Teozeta Parente

© 2017 POR TEOZETA PARENTE.

CRIADO POR ALEX FREITAS